PM de Amazonas apreende caminhão de cilindros de oxigênio enquanto a capital amazonense enfrenta colapso no sistema de saúde por falta de oxigênio

As polícias Civil e Militar do Amazonas apreenderam, na tarde desta quinta-feira (15), um caminhão com 33 cilindros de oxigênio na zona centro-oeste de Manaus.

PUBLICIDADE

Diante da crise no Amazonas por falta de oxigênio nos hospitais para atender os pacientes da covid-19, um grande desespero tem tomado conta de familiares e pacientes, pois um dos fatores que mais afeta uma pessoa infectado com o coronavírus é a falta de ar e a grande necessidade é de auxílio do oxigênio para respirar.

Na última quinta-feira (15), a Polícia Civil e Militar do Amazonas prenderam um caminhão com 33 cilindros de oxigênio em Manaus.

Um homem de 38 anos foi preso em flagrante por reter produtos que seriam usados nos hospitais para o tratamento da covid-19, para fins de especulação financeira, ele ficará preso à disposição da polícia.

Segundo informações, dos 33 cilindros de oxigênio 26 possuía oxigênio estavam cheios, a empresa que comercializa o oxigênio estava distribuindo gradualmente cada cilindro para que o preço fosse superfaturado.

PUBLICIDADE

De acordo com o delegado Bruno Fraga do departamento de polícia do interior, o suspeito informou em depoimento que ele tem uma empresa de cilindro de oxigênio e por medo que a população invadisse o seu estabelecimento, devido à falta de oxigênio nos hospitais, decidiu retirá-los do local.