Polêmica; Ministério da Saúde recomenda o uso de Cloroquina no tratamento de Covid-19

Logo após polemicas envolvendo a Cloroquina e o presidente o Ministério da Saúde recomenda o uso do medicamento

PUBLICIDADE

Depois de polêmica envolvendo o presidente, Ministério da Saúde recomenda o uso de cloroquina contra Covid-19

A “Fiocruz” recebeu nota do (Ministério da Saúde) em usar o remédio “Cloroquina e hidroxicloroquina” no tratamento das demais pessoas infectadas com SARS-COV-2, apesar de grande parte dos cientistas apresentarem registros negativos de que o remédio não trará resultados “eficazes” contra a doença.

PUBLICIDADE

No próprio Instituto aqui no Brasil a Fiocruz realizou testes com as substâncias encontradas no medicamento junto a (OMS) para levantar diagnósticos se “Hidroxicloroquina” traz resultados satisfatórios em reduzir a taxa de pessoas mortas por “Covid-19” e também um anti-viral, mas neste período não foram levantados dados o suficiente para a recomendação do medicamento desta forma até então somente o presidente Jair M. Bolsonaro afirmou que o medicamento tinha efeitos contra a doença.

Não somente a Fiocruz, mas diversas outras unidades espalhadas pelo mundo também realizaram os testes com o medicamento e foram deduzidas que não traria “benefícios”.

PUBLICIDADE

Na contramão destes institutos aqui no Brasil o secretário Luiz Otávio D. refez sua petição e enviou um relatório para a presidência da Fiocruz e os demais institutos solicitando a divulgação ampla do medicamento, isto se deve ao fato de que o medicamento tem efeitos significativos no tratamento contra Covid-19 por conta disto este medicamento também terá a função principal de amenizar os estados graves de pessoas chegando no hospital para serem internadas.

Em nota e mencionado que o remédio e tomado como medidas essenciais, devidamente o paciente que aparentar os primeiros sintomas da doença terá como prescrição medica nos hospitais e também em unidades de pronto atendimento a recomendação da “Cloroquina”, somente para pessoas em estágios precoce sem agravantes.

PUBLICIDADE

O instituto da Fiocruz realizou uma nota em que descreve o quadro grave que se encontra o país e que esta prescrição pode ser dada pelos médicos em tratamento de pacientes com sintomas precoce da covid-19, e de competência junto ao (Ministério da Saúde) abrangi todo o conhecimento nacional de que a “Hidroxcloroquina” terá o papel de tratar os cidadãos que estiverem em estágios iniciais da doença.

O presidente Jair M. Bolsonaro realizou um vídeo com informações da medida imposta pelo Ministério da Saúde junto com o Instituto da Fiocruz, neste vídeo ele menciona sobre seu tratamento usando o “Hidroxcloroquina” e que esse avanço será de maior competencia para amenizar casos de pacientes graves por covid-19 nos hospitais, sendo assim tendo mais vagas nos leitos para os infectados mais agravantes.

PUBLICIDADE

Escrito por Melissa Lopes

Trazendo "De tudo um pouco" por aqui. Relacionamento, curiosidades, notícias, receitinhas que amamos! Seja bem vindo!