Policiais descobrem que caixões com “mortos por Covid-19” dentro de carro funerário levavam na verdade 300 kg de entorpecentes

Os policiais disseram que os criminosos relataram que eram dois corpos nos caixões, estavam lacrados porque eram vítimas da covid-19.

PUBLICIDADE

Alguns estão se aproveitando da pandemia para lucrar ilicitamente, já se ouviu falar de funerárias que cobram preços extras para burlar a lei, supermercados com preços abusivos em meio a pandemia é claro não poderia ficar de fora o tráfico de drogas.

Em Jataí Estado de Goiás, traficantes usaram a morte pela covid-19 para transportar drogas dentro dos caixões e como os caixões são lacrados e não podem ser abertos eles imaginaram que iriam passar ilesos com a droga.

Mas na br-060, o carro funerário foi parado e quando foi inspecionado os policiais encontraram 300 kg de maconha dentro dos caixões, os Policiais Militares informaram que os criminosos ao serem interrogados sobre a procedência e para onde estavam seguindo, ficaram nervosos em dar a resposta.

Estavam bastante nervosos, haviam dito que saíram de Ponta Porã e estavam levando os dois caixões para ser enterrados em Goiânia capital de Goiás, os policiais suspeitaram dos dois indivíduos e abriram os caixões, então descobriram que na verdade o que eles estavam transportando não era corpo, mas drogas.

PUBLICIDADE

Os policiais disseram que os criminosos relataram que eram dois corpos nos caixões, estavam lacrados porque eram vítimas da covid-19, mesmo assim os policiais que desconfiaram dos dois indivíduos abriram os caixões e se depararam com essa grande quantidade de drogas.