Policial apoiador de Bolsonaro que fez muitas críticas e defendia o fim do isolamento morre com Covid-19

O Policial Militar de Guarujá que fica no litoral de São Paulo acabou morrendo por causa de complicações causadas pelo coronavirus na última quinta-feira (14).

PUBLICIDADE

A pandemia de Covid-19 no Brasil tem gerado muita discussão e desentendimentos. Enquanto algumas pessoas defendem as medidas de isolamento adotada pelos governos outros já acham que essa medida apenas pode atrapalhar a economia do Brasil e trazer miséria para a população deixando aqueles mais pobres ainda mais na dificuldade.

O Policial Militar de Guarujá que fica no litoral de São Paulo acabou morrendo por causa de complicações causadas pelo coronavirus na última quinta-feira (14). De acordo com as informações o policial defendia o fim do isolamento e era contra todas as medidas adotadas para prevenção da Covid-19.

PUBLICIDADE

O policial era cabo e se chamava Ricardo Valentim da Silva tinha 47 anos e atuava no 21º Batalhão da Polícia Militar no Guarujá. Ricardo usava sempre as redes sociais para se posicionar contra as medidas de isolamentos adotadas para a prevenção da doença.

Ele chegou a publicar em sua rede social um vídeo onde o criticava a decisão de um infectologista que decidiu não revelar os medicamentos que usou e que o ajudou a se recuperar da doença.

PUBLICIDADE

O cabo Ricardo chegou a chamar as medidas de isolamentos adotadas de jogo político em algumas de suas postagens. Os familiares do policial e seus amigos lamentaram sua morte nas redes sociais.

Ele deixou esposa e um filho e em algumas publicações os familiares disseram que estavam sem chão e que não conseguiriam imaginar como a família vai seguir sem Ricardo.

PUBLICIDADE

Uma amiga da família disse que lhe faltavam palavras na hora do luto, mas disse que queria lembrar do policial como uma pessoa incrível que ele foi.

Infelizmente os números de infectados por coronavirus aumentaram muito e na Baixada Santista que fica no litoral de São Paulo a marca de 3000 casos confirmados já foi ultrapassada com mais de 200 mortes por causa do coronavirus.

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.