Prefeito de Wuhan, China, assume que escondeu dados do coronavírus e oferece renúncia

O vírus começou a se espalhar na cidade de Wuhan, que foi o epicentro da contaminação da China. Zhou Xianwang, o prefeito da localidade foi obrigado a assumir que teve culpa pela disseminação do condiv-19 e ofereceu a sua renúncia, pelas consequências dos atos que tomou ou não tomou para frear a epidemia.

PUBLICIDADE

A pandemia do novo corona vírus continua em avanço por todo o mundo, o vírus que começou o seu contagio exponencial na China, más precisamente na província de Wuhan, se espalhou pela Europa, afetando a Espanha de forma feroz. Mas o país mais afetado atualmente é a Itália que possui milhares de casos confirmados da doença e vem ocorrendo centenas de mortes por dia. No Brasil o condiv-19 já infectou 1.621 pessoas e levaram 25 a óbito.

O vírus começou a se espalhar na cidade de Wuhan, que foi o epicentro da contaminação da China. Zhou Xianwang, o prefeito da localidade foi obrigado a assumir que teve culpa pela disseminação do condiv-19 e ofereceu a sua renúncia, pelas consequências dos atos que tomou ou não tomou para frear a epidemia. O prefeito de Wuhan falou em entrevista a tv chinesa que não tomou medidas boas o suficiente e por isso a epidemia chegou no estado que está.

PUBLICIDADE

Zhou Xianwang também teve que afirmar foram insatisfatórias a forma que as autoridades competentes agiram com as divulgações das informações. O prefeito de Wuhan chegou a afirmar que antes do fechamento da cidade, 5 milhões de pessoas deixaram Wuhan, quando o vírus já estava em circulação e isso foi o motivo do avanço do vírus pela e china e depois pelo mundo.

Outro membro do governo que também ofereceu renuncia foi o secretario do partido comunista da cidade de Wuhan, Ma Guoqiang. Ainda falando sobre o prefeito de Wuhan, ele declarou que os nomes de ambos os políticos iram viver em desonra e infâmia, mas que tanto ele como o companheiro político iriam se responsabilizar por todas as consequências que a suas más gestões causaram, enquanto fosse propicio para o controle da doença. A entrevista foi dada a TV estatal da China, a emissora CCTV.

PUBLICIDADE

De acordo com dados mundiais, cerca de 80% dos casos de infecções são leves, mas tem uma taxa de mortalidade de 5%. No mundo inteiro já foram confirmados 350.445 casos de infecção pelo condiv-19 e 15.328 casos de óbitos pela doença.

Via: veja.abril.com.br

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Lucas Alves

Colunista dedicado e focado a escrever artigos de qualidade sobre Noticias, TV, Famosos e demais assuntos.