Preso homem que se passava por médico para abusar de pacientes, ele dopava as pacientes para cometer os abusos

Depois da primeira denúncia, outras vítimas compareceram à delegacia, a partir de então os policiais iniciaram uma investigação

PUBLICIDADE

Policiais do Rio de Janeiro, da 24ª DP na última quarta-feira (1) prenderam Leonardo de Souza por suspeita de atuar como médico e por abusar pacientes.

O consultório do falso médico de estética, fica no bairro da Abolição, Leonardo ia para as ruas e se apresentava como esteticista e oferecia o serviço para as pessoas, com um preço bem abaixo do mercado.

PUBLICIDADE

Muitas mulheres vendo a possibilidade de fazer o procedimento estético, com preço acessível aceitavam a proposta, segundo a polícia o falso médico entorpecia as vítimas para que ele pudesse praticar os abusos, sem que elas lembrassem de nada que havia acontecido.

Segundo as investigações realizadas pela polícia, Leonardo o falso médico fez muitas vítimas se apresentando como esteticista. A polícia iniciou a investigação no dia 17 do mês passado, uma vítima que havia realizado o procedimento estético, se lembrou do que havia acontecido, então foi até a delegacia e denunciou o falso médico, declarando que havia sido abusada por ele.

PUBLICIDADE

Depois da primeira denúncia, outras vítimas compareceram à delegacia, a partir de então os policiais iniciaram uma investigação, começaram pelo perfil de Leonardo no Instagram, no seu perfil Leonardo postava informações dos procedimentos de estética que realizava, colocava as fotos de vários procedimentos e anunciava um preço abaixo da tabela.

As vítimas do falso médico, relataram para Polícia Civil, que Leonardo realizava preenchimento facial, preenchimento labial, injetava silicone, aplicava botox e injetava silicone nos glúteos.

PUBLICIDADE

Segundo informações da polícia a justiça já decretou que Leonardo irá ser indiciado por exercício ilegal da profissão, abuso de vulnerável e crime contra a saúde pública.

Ele já teve a sua prisão decretada, policiais foram até o consultório, o local onde ele praticava os crimes de abuso, o delegado pede para que outras vítimas desse falso médico, se apresentem à delegacia para ser acrescentado no inquérito.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.