Recorde de mortes por Covid-19 é quebrado e ultrapassa 3 mil

O Brasil registrou o maior número de mortes pela doença na última terça-feira

PUBLICIDADE

Atualmente, o Brasil atravessa o pior momento da pandemia do coronavírus desde a chegada deste no país. Assim, uma grande dúvida que muitas pessoas têm está ligada a quando o número de infectados e mortos começará a diminuir.

Entretanto, esse dia parece distante. Na última terça-feira (23), o novamente o recorde de mortes em 24h foi quebrado. De encontro a isso, é possível afirmar que foram registrados mais de 3 mil mortos em decorrência da Covid-19. Essa foi a primeira ocasião em que a marca das duas mil mortes foi ultrapassada no país.

PUBLICIDADE

É válido relembrar ainda que há cerca de 3 semanas, os números relativos aos óbitos não chegavam à casa dos dois mil por dia. Para deixar a situação ainda mais enervante, existem indicativos de que a curva da doença esteja em ascensão e, portanto, o pior da pandemia ainda não tenha chegado para o Brasil.

De acordo com entrevistas recentes de especialistas em saúde, entrevistados pela  Globonews, o cenário é de pessimismo para os próximos dias. Durante a entrevista em questão, os profissionais foram praticamente unânimes ao afirmar que caso nenhuma medida realmente efetiva seja tomada para diminuir o número de infectados com a Covid-19, o Brasil tem potencial para atingir as 5 mil mortes diárias pela doença respiratória.

PUBLICIDADE

Atualmente, os estados brasileiros que registram os maiores números de óbitos são São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul,  Rio de Janeiro e Paraná.

 

Via: jovempan.com.br

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.