Repórter interrompe transmissão ao vivo para salvar cãozinho que estava em perigo

O repórter não hesitou e correu para impedir que o cãozinho fosse atropelado

Os Repórteres são conhecidos por não se envolverem, apenas gravam, passam a notícia, tiraram fotos, mas não se envolvem com o sentimentalismo, mas há muitas exceções.

Rafael Figueira e seu cinegrafista Jesus Santiago, mostraram que eles têm sentimentos e que estão dispostos antes de fazer uma matéria socorrer os necessitados, seja uma pessoa ou um animalzinho.

Rafael deu uma grande lição, o caso aconteceu no México o repórter no meio de uma transmissão ao vivo percebeu que um cachorro estava em perigo do outro lado da avenida quase sendo atropelado.

O repórter não hesitou e correu para impedir que o cãozinho fosse atropelado, Rafael atravessou toda avenida correndo no meio dos carros sem saber se ele mesmo corria perigo para poder ajudar o cãozinho.

O cachorro estava no canto da Avenida muito magro, desidratado, estava em péssimas condições, estava machucado e exausto por causa do calor, por isso o cão queria se livrar daquele calor insuportável atravessando para o outro lado em busca de sombra.


Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.