Rosa Weber suspende trechos do decreto de armas de Jair Bolsonaro

A decisão se tornará válida a partir dessa terça-feira após as modificações

PUBLICIDADE

Na última segunda-feira (12), a ministra do Supremo  Tribunal Federal Rosa Weber chegou a suspender alguns trechos dos decretos sobre posse e porte de armas do presidente da República Jair Bolsonaro. De acordo com o G1, o fato em questão foi uma decisão individual de Weber e os decretos havia sido editados ainda no mês de fevereiro, mas somente se tornarão válidos a partir dessa terça-feira (13).

Ainda segundo o site citado, é possível afirmar que a decisão da ministra atinge trechos como o aumento de 2 para 6 armas de fogo por cidadão comum que preencha os requisitos necessários. Além disso, nesse mesmo decreto Bolsonaro permitia que policiais, membros do Ministério  Público e agentes prisionais comprassem armas de fogo para uso restrito. O trecho citado também foi suspenso por Rosa Weber.

PUBLICIDADE

Também se mostra válido destacar que a ampliação em brande escala dos limites de compra para categorias como atiradores, colecionadores e caçadores (grupos conhecidos pela sigla  CAC’s) também foram suspensas.

O fato em questão está repercutindo. De encontro a isso, é possível citar que a presidente do Instituto Igarapé, Ilona Szabó, chegou a elogiar a decisão tomada por Rosa Weber e afirmou que ela representa uma vitória para a sociedade como m todo e afirmou que é necessário ter políticas públicas capazes de proteger a vida das pessoas ao invés de incentivar uma espécie de culto a morte.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.