Síndrome rara causada pelo coronavírus soma 286 casos e 21 mortes de crianças e adolescentes

Síndrome rara causada pela covid-19 registra 286 casos e 21 mortes de crianças e adolescentes no pais até o momento

PUBLICIDADE

Segundo informações vindas do Ministério da Saúde, cerca de 286 crianças e também adolescentes de 0 a 19 anos foram diagnosticados com a síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica por causa do novo Coronavírus. Entre esses, cerca de 21 faleceram, e 12 tinham apenas idade entre 0 a 4 anos.

A enfermidade é identificada pelos sintomas de febre persistente, diarreia, dor abdominal, náuseas e vômitos, pressão baixa, conjuntivite, manchas no corpo, e alguns outros sintomas não comuns, e aparece dias ou semanas após a contaminação pelo novo coronavirus.

Segundo informações vinda do portal o Globo, O Rio de Janeiro é o foco com grande quantidade de casos: 46 registro (16% do casos) e 6 falecidos (28,5%).

PUBLICIDADE

Em seguida, vêm o Ceará com 41 identificados e 2 falecidos. São Paulo tem até o momento 33 casos e 3 mortes , Pará superou 29 casos e 5 vidas perdidas e Distrito Federal tem até agora 27 casos e um falecido pela Síndrome.

Mesmo com as crianças sendo menos prejudicadas pela doença, com uma porcentagem de 44% baixa de terem a doença em comparação a adultos e, se pegarem a covid-19, tem grandes possibilidades de serem assintomáticas ou de contrair sintomas fracos, e essa síndrome emite um aviso a respeito à vulnerabilidade das crianças com essa temida doença.

PUBLICIDADE

As  primeiras pessoas com essa síndrome no Brasil foram constatadas ainda em julho de 2020, 3 meses depois que no continente europeu  também houve casos.

Via: msn.com