Suspeito de ter matado jogador de futsal do Corinthians é preso em Erechim

Homem de 25 teve prisão preventiva determinada pelo assassinato de Douglas Nunes

PUBLICIDADE

Na tarde deste último domingo (11) o suspeito de ter matado o jogador Douglas Nunes, pivô do Corinthians e da Seleção Brasileira, foi preso em Erechim, no Rio Grande do Sul. O homem indicado como suspeito do crime teve sua prisão preventiva.

A prisão preventiva do homem de 25 anos foi decretada, ele precisou ser encaminhado para prestar os devidos depoimentos a respeito do caso. Posteriormente após prestar depoimento ele foi levado para o presídio da cidade.

Segundo foi informado por testemunhas, o jogador havia participado de uma discussão que ocorreu no interior de uma casa noturna da cidade. Algumas horas depois da discussão ter ocorrido, na saída do local o jogador foi surpreendido.

Ao chegar ao lado de fora da casa noturna em questão, o jogador recebeu os disparos do homem indicado como suspeito de ter cometido o crime. Em seguida após disparar contra Douglas o homem fugiu do local.

PUBLICIDADE

Policias Militares 13º BPM haviam realizados buscas próximas ao local mas o atirador não tinha sido encontrado e ainda não haviam pistas que indicassem o paradeiro do homem que atirou contra Nunes.