Técnica de laboratório que participou de campanha fique em casa morre por coronavírus

A Profissional da área da saúde, aparece em foto juntamente com outros colegas segurando folhas de papel com frase “Estamos aqui por você, fique em casa por nós”.

PUBLICIDADE

A técnica de laboratório Adelita Ribeiro da Silva, de 38 anos de idade, perdeu a vida vítima da covid-19, sendo somada a terceira pessoas a morrer por causa do vírus no estado de Goiás.

Adelita teria participado da campanha onde os profissionais que atuam na área da saúde pediam para que as pessoas ficassem em suas casas durante a grande pandemia do coronavírus.

PUBLICIDADE

Conforme declarações cedidas pelo governador Ronaldo Caiado, a mulher não apresentava nenhuma sintomas que pudesse associar a contaminação da doença.

A foto registrada da campanha fez muito sucesso na internet, gerando grande repercussão. Na foto feito pelos profissionais, aparecem ele juntamente com outros colegas da área, todos com uma folha de papel na mão.

PUBLICIDADE

Juntando todos os papeis de cada um deles, era formado a frase: “Estamos aqui por você, fique em casa por nós”. Que acabou sensibilizando muitas pessoas.

Adelita faleceu na manhã desse último sábado, dia 4 de Abril, isso depois de ficar 5 dias internada na unidade de terapia intensiva, a UTI, de um hospital da rede particular de Goaiânia.

PUBLICIDADE

Ela atuava na área do Cais Novo Mundo e também no Hemolabor. Como a técnica faleceu por causa do coronavírus não pôde ter funeral, e o corpo já foi direto para o cemitério, isso no mesmo dia da morte.

Conforme informações da família, eles não puderam acompanhar o sepultamento de Adelita, e precisaram ficar 20 metros de distancia da sepultura, além disso o caixão foi lacrado.

Neste domingo, dia 5 de Abril, o governador fez questão de fazer uma publicação em homenagem a técnica nas redes sociais, fazendo questão de ressaltar a importância da conscientização.

Na publicação, o governador afirmou que Adelita era uma heroína, e que perdeu a sua vida para salvar outras vidas, e declarou que a luta da técnica de enfermagem que foi morta por causa do coronavírus, será sempre lembrada por todos.

Além do governador, muitos colegas de trabalho e amigos fizeram questão de homenagear Adelita através das redes sociais, afirmando que ela era uma pessoa maravilhosa, incrível, alegre e muito trabalhadora.

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.