Tristeza: “Mãe de 29 anos morre com coronavirus antes de poder abraçar seu filhinho recém-nascido tão desejado”

A mulher foi identificada como Fozia Hanif, tinha 29 anos e era britânica, apesar de estar grávida ela continuava trabalhando prestando serviços em liberdade condicional.

PUBLICIDADE

Infelizmente a pandemia de coronavirus tem causado imensa perdas em toda a humanidade, por todo o mundo diversas famílias choram a perda de seus entes queridos e enterram os seus mortos sem sequer poder se despedir de maneira digna.

Um dos casos que causou grande comoção na internet foi o caso de uma mulher de 29 anos, mãe que morreu em decorrência da doença antes mesmo de poder abraçar o seu filhinho recém-nascido tão desejado.

PUBLICIDADE

A mulher foi identificada como Fozia Hanif, tinha 29 anos e era britânica, apesar de estar grávida ela continuava trabalhando prestando serviços em liberdade condicional. O bebê chamado Ayaan nasceu no dia 2 de abril com 31 semanas de gestação.

A irmã e o marido de Fózia contaram que ela teve febre e que foi levada ao hospital onde os médicos fizeram o teste que deu positivo para a covid-19. No dia seguinte os médicos disseram que ela poderia ir para casa que seu caso não era considerado grave.

PUBLICIDADE

No entanto quatro dias depois Fózia apresentou sintomas respiratórios, sua família então ligou para ambulância que a levou para o hospital, ela foi internada e isolada e não pode mais receber visitas.

De acordo com as informações de seus familiares no segundo dia em que estava internada ela deu à luz, já ao dar entrada no hospital sua situação piorou tanto que ela precisou ser entubada e levada para UTI e sua família tinha apenas acesso ao boletim informativo através dos médicos sem ter contato com ela.

PUBLICIDADE

Fózia não pode ter contato com seu bebê, ela perguntava por ele, mas os médicos não puderam permitir que ela o conhecesse, pois a criança não havia sido contaminada.

Sem poder abraçar o seu filho a mulher entrou em coma até que os médicos não tendo nenhuma esperança resolveram desligar as máquinas que a mantinham viva.

A mãe conheceu o seu filho apenas por fotos, o bebê nasceu no dia 2 de abril e ela morreu no dia 8 de abril

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.