Vídeo mostra policiais agredindo e colocando capuz na cabeça de homem que morreu asfixiado

Mais um caso de agressão que acabou em morte.

PUBLICIDADE

Na última quarta-feira, dia 02 de setembro, um vídeo viralizou após começar a circular nas redes sociais onde sua imagens mostram o momento em que homens da polícia colocam um capuz na cabeça de um homem negro, que morre asfixiado.

O homem identificado como Daniel Prude, morreu no dia 30 de março deste anos, mas somente agora a polícia divulgou o vídeo, que você terá a oportunidade de assistir ao final desta pauta.

PUBLICIDADE

Vale lembrar que o caso aconteceu nos Estados Unidos da América, em Rochester – Nova York, mas repercutiu de forma grandiosa no mundo todo causando revolta e polêmicas.

Foi a própria família de Prude quem acionou a polícia pedido ajuda por ele ser portador de problemas mentais. Mas nas imagens divulgadas em vídeo, mostra a vítima sem roupa, e obedecendo aos comandos dos policiais, além de estar algemado com as mãos para trás.

PUBLICIDADE

Recentemente os EUA foi palco de várias ondas de protestos com o crime contra George Floyd, no mês de maio em decorrência de violência policial com racismo.

Policiais ainda seguram Daniel Prude um homem negro no cho mesmo com a presena de uma ambulncia Foto Rochester Police via Roth and Roth LLP via AP

PUBLICIDADE

O homem pedia para que os policiais o soltasse e deixassem ele ir embora, enquanto isso, um dos agentes segurou sua cabeça, colocou o capuz apertando contra o asfalto, o vídeo mostra outro policial se apoiando de joelhos nas costas de Prude, que parou de gritar após ficar sem ar.

Video!

 

Os policiais chegaram a dar risada e só se preocuparam quando o homem começou a espumar pela boca.

Momento em que policial coloca capuz em homem negro nu em Rochester perto de Nova York nos EUA em 30 de maro Foto Rochester Police via Roth and Roth LLP via AP

PUBLICIDADE

Escrito por Redatora Nh

Escritora desde 2012. Sempre antenada nas redes sociais, por dentro das novidades, estudando e buscando o melhor para transmitir aos nossos leitores.