Visão espírita da morte dos Mamomas Assassinas

PUBLICIDADE

No ano de 1996, a morte da banda Mamonas Assassinas gerou comoção em todo Brasil. Assim, o desastre de avião que vitimou os rapazes no auge do seu sucesso é até hoje lembrado por muitas pessoas. Entretanto, pouca gente sabe a respeito da visão da doutrina espírita a respeito desse acontecimento trágico e marcante.

Nesse sentido, muitas pessoas se questionam a respeito dos motivos pelos quais o grupo morreu de forma tão inexplicável e abrupta. Assim, segundo a explicação dada pelo Espiritismo, em suas Obras Póstumas, o assunto é bastante complexo, mas o desencarne coletivo pode ser explicado pelo fato de que os rapazes estavam unidos em vida.

PUBLICIDADE

Portanto, de encontro ao que foi destacado, a sua missão na Terra foi definida de forma conjunta e eles estavam aqui para realizar o mesmo objetivo. Dessa maneira, deveriam permanecer juntos até que essa missão fosse concretizada. Então, ao desempenharem a missão que lhes foi designada, acabaram falecendo também juntos.

Ainda é válido ressaltar que a doutrina Espírita afirma que esse processo não tem a ver com justiça, mas sim com a quitação de coisas do passado. Portanto, uma vez que isso aconteceu e a missão foi cumprida, não existem inocentes ou culpados, apenas o fim de um ciclo e, quem sabe, o começo de outro.

PUBLICIDADE

Além disso, é válido ressaltar ainda a visão de Joanna de Ângelis, veiculada na obra Após a Tempestade. Segundo o livro citado anteriormente, as mentes que possuem algum tipo de vínculo entre si, que estão ligadas por amarras, sejam de ódio ou de paixão, tendem a se encontrar em vidas futuras.

Portanto, é possível que os rapazes do Mamonas Assassinas venham a se encontrar na Imortalidade, seja através de resgates coletivos ou mesmo da conexão que existiu em suas mentes enquanto ainda estavam vivos em sua passagem pela Terra.

PUBLICIDADE

Dessa maneira, as pessoas que se sentem tristes até o dia de hoje com o falecimento dos rapazes que fizeram a alegria dos brasileiros na década de 90, devem pensar que eles se foram por ter cumprido a sua missão com eficiência. Assim, os seus espíritos estão em paz no plano superior.

Além disso, outra coisa que serve de conforto para as pessoas que ainda não encontraram consolo na partida dos rapazes é pensar que eles provavelmente continuaram reunidos no plano espiritual.  Afinal, a sua conexão em vida foi verdadeira o bastante para cativar o público e gravar o seu nome da história da música brasileira.

Então, ainda que lidar com a saudade deixada pelo grupo seja difícil para muitas pessoas que se sentiam melhor ao ver os Mamonas Assassinas na TV ou mesmo ao ouvir as suas músicas, é necessário compreender que a morte dos rapazes não precisa ser encarada como uma coisa negativa e a doutrina espírita ajuda nisso.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.